QUEM SOMOS

Somos a FLORESTGAl, a primeira empresa pública de gestão e desenvolvimento florestal a ser criada em Portugal. Estamos presentes em 26 concelhos, de norte a sul do País, com 86 propriedades, num total de cerca de 14 mil hectares.  Consulte RCM AQUI .

Assumimo-nos como um instrumento de política pública que irá intervir no âmbito da estratégia nacional de desenvolvimento florestal e do ordenamento do território. Queremos contribuir para uma maior valorização do território e ajudar a combater a desertificação humana das nossas regiões mais desfavorecidas, cientes, no entanto, de que os constantes desafios, económicos, sociais e ambientais que estamos a viver e os que se perspetivam no horizonte próximo, exigem respostas criativas e ousadas. 

quem somos.png

É imperioso reforçar a nossa capacidade competitiva num mundo sempre em mudança e muitas vezes desigual, sobretudo por força da intensificação tecnológica, do conhecimento científico, e do impacto da globalização na economia e no meio ambiente.

Pela nossa parte, entendemos que a melhor resposta para a nossa floresta, encontra-se na modernização da sua gestão e na diversificação da produção, com recurso a espécies autóctones, adequadas às características do nosso solo e clima, tendo em vista o desenvolvimento de um mosaico florestal adequado às nossas características de solo e clima, e assim garantir à sociedade e à economia as funções que, em cada momento, podem e devem esperar da floresta Portuguesa.

Os números e os dados disponíveis são esclarecedores e revelam-nos de que as atividades ligadas e expostas à fileira florestal podem e devem ser uma alternativa ainda mais firme no domínio económico, social e ambiental.

Na verdade, a fileira já representa 1,2% do Produto Interno Bruto e 10% das exportações de bens da economia portuguesa, o que se traduz em 3% do Valor Acrescentado Bruto. O setor tem um impacto relevante no emprego, com cerca de 92 mil postos de trabalho, dos quais quase 25 mil no setor primário e na indústria transformadora (dados de 2018), e já representa cerca de 1 % do PIB da União Europeia, empregando cerca de 2,6 milhões de pessoas.

Contudo, para além de todos os motivos e acontecimentos relacionados com as plantas e os animais, com os fatores abióticos e com os ecossistemas, com o valor de conservação e valor económico das florestas, há igualmente que cuidar dos territórios e das pessoas. Compete-nos, por isso, implementar um novo modelo de desenvolvimento florestal, com a floresta a desempenhar várias funções, num território mais justo, equilibrado e gregário, porque, para nós, Portugal é um só e a uma só velocidade. 

tronco.png
Onde alguns veem interioridade, nós vemos oportunidade. A oportunidade de nos afirmarmos como uma empresa precursora na fileira e que considera todos os aspetos ambientais, demográficos, sociais e económicos associados à floresta. Somos a FLORESTGAL e empenhamo-nos em encontrar soluções de futuro para a nossa floresta. Venha conhecer-nos.